Tendências do e-commerce no Brasil em 2015 e o impacto nas lojas físicas

Tendências do e-commerce no Brasil em 2015 e o impacto nas lojas físicas

O e-commerce tem crescido de forma consistente e constante nos últimos anos. Produtos nacionais e importados, comercializados a partir de sites do mundo todo, vêm ganhando cada vez mais espaço atualmente. Alavancando esse processo, a tecnologia tem avançado a passos largos e, enquanto até há alguns anos poucas pessoas tinham acesso à Internet através de seus telefones, hoje uma parcela significativa da população possui smartphones com algum tipo de plano de dados.

Essas mudanças nos hábitos de consumo e no cenário tecnológico, entre muitos outros fatores, apontam para mudanças e evoluções no comércio virtual em 2015. Mas quais são as principais tendências para o e-commerce para este ano e como as redes de varejo tradicionais devem ser afetadas?

A presença unificada

Uma das tendências que já vêm sendo observadas há alguns anos, e que deve se fortalecer ainda mais durante esse, ano é a atuação conjunta e coordenada de redes varejista por meio de lojas físicas e virtuais, o que vem se tornando conhecido como Omni-channel. Nessa modalidade, os consumidores podem se beneficiar das duas modalidades de relacionamento, inclusive de forma integrada. Tem se tornado cada vez mais comum redes de varejo atuarem dessa forma, permitindo até mesmo que compras realizadas online possam ser retiradas nas lojas físicas, evitando assim custos e prazos de entrega do produto. Para as lojas físicas, essa é uma excelente forma de se manterem competitivas, até mesmo porque a presença online já se tornou praticamente obrigatória para elas.

Big data

As tecnologias de big data abrirão caminho para novas oportunidades, como uma maior capacidade das redes online de preverem tendências de consumo e as preferências e intenções dos usuários. A partir de um volume crescente de informações, como atividade em redes sociais e mecanismos de busca, será possível cada vez mais entender o consumidor e proporcionar-lhe uma experiência mais rica e personalizada em suas compras online.

Facilidade de acesso

Uma grande tendência é o investimento nos recursos visuais e de navegação, que devem se tornar cada vez mais ricos e adaptados para todos os tipos de dispositivos – computadores, tablets e smartphones, trazendo simplicidade ao usuário. Ao mesmo tempo, o uso mais inteligente de recursos tecnológicos avançados, como realidade aumentada e imagens e vídeos criados de forma dinâmica, farão com que a experiência de compras online cada vez mais se aproxime das físicas.

Mobilidade

Mais do que qualquer outra, a tendência de migração para os dispositivos móveis deve ser o grande foco de muitos comerciantes virtuais. E a inclusão de facilidade de pagamento através dos smartphones deve fazer com que essa tendência não se restrinja só às lojas on-line, devendo ter grande impacto também nas lojas físicas. O comércio por meio de dispositivos móveis deve reinar em 2015!

Mídia social

Embora a tendência de integração das redes sociais com o e-commerce já venha ocorrendo, ela deve se intensificar em 2015, abrindo as portas para que as próprias redes se tornem uma plataforma de vendas online, principalmente para as pequenas empresas.

Com uma grande visibilidade dos gostos e preferências de seus usuários, as redes têm grandes oportunidades de oferecer a seus usuários mais do que uma simples plataforma de comércio eletrônico: elas podem oferecer um serviço abrangente, que contempla todas as demais tendências que abordamos!

 

E como você irá organizar sua presença no comércio eletrônico nesse ano? Deixe sua opinião ou entre em contato para que possamos auxiliá-lo.